Por que impermeabilizar reservatórios?

Os reservatórios de água possuem extrema importância na construção de qualquer edificação. Eles podem ser elevados, quando são construídos acima da edificação e são considerados reservatórios inferiores os que ficam abaixo da edificação ou enterrados e a água é impulsionada através de bombas. Por que impermeabilizar os reservatórios?

Assim como outras partes da edificação, os reservatórios também devem ser impermeabilizados e necessitam de atenção especial, pois estão em contato constante com a água e no caso de vazamentos estes devem ser reparados imediatamente.

No Brasil existem várias tecnologias para impermeabilizações de reservatórios, porém são diferentes entre si em vários aspectos, como o método de aplicação, e a eficiência dos produtos perante as cargas e intempéries.

Conheça alguns procedimentos para impermeabilização de reservatórios de água.

A escolha dos produtos que mais atendem às necessidades para cada caso depende de fatores como o tipo de líquido armazenado no reservatório, do modelo arquitetônico, da rigidez da estrutura, da temperatura do líquido e do ambiente, dentre outros fatores.

As argamassas poliméricas e aditivadas não devem ser usadas em reservatórios superiores, nem em intermediários, apenas nos enterrados. Para os reservatórios superiores que estão mais vulneráveis às temperaturas dos ambientes, os impermeabilizantes flexíveis são as melhores escolhas, como as membranas de cimento modificado com polímeros e mantas de PVC, pois estes reservatórios podem se movimentar de acordo com as cargas dos ventos. Também deve ser levado em consideração para escolha do produto impermeabilizante a estrutura do reservatório, se maciço ou pré-moldado, além disso, também deve ser analisado a utilização do reservatório, pois as caixas de esgoto também são reservatórios e também devem ser impermeabilizadas com epóxi, pois estes são resistentes aos ataques de ácidos encontrados nos esgotos.

Geralmente, os reservatórios superiores são impermeabilizados com membrana cimentícia, membrana de poliuretano e manta de PVC, enquanto para os reservatórios inferiores, geralmente é utilizado a membrana cimentícia ou de poliuretano. As mantas de PVC ou de PEAD são mais adequadas par estruturas pré moldadas, enquanto que os sistemas cimentícios são os mais indicados para reservatórios feitos de concreto maciço.

Para a escolha e contratação de empresas que oferecem serviços de impermeabilização, é recomendado que se exija a apresentação de atestado técnico para obras similares emitido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Também é recomendado que se faça a verificação se a empresa possui associação à entidades técnicas setoriais, como o IBI (Instituto Brasileiro de Impermeabilização, por exemplo.

Também é importante que se exija o projeto específico elaborado pelo engenheiro, contendo todos os detalhes sobre os processos para impermeabilização, que de acordo com a NBR 9575 (Projeto de Impermeabilização), deve oferecer:

  1. a) Desenhos: Plantas de localização e identificação das impermeabilizações, assim como dos locais de detalhamento construtivo; detalhes genéricos e específicos que descrevam graficamente todas as soluções disponíveis para determinada impermeabilização.
  2. b) Textos: Memorial descritivos de materiais e camadas de impermeabilização; memorial descritivo dos procedimentos para a execução; planilha de quantitativo de materiais e mão de obra; metodologia para controle e inspeção dos serviços; manual especificando os cuidados sobre a manutenção da impermeabilização.

Rodrigo Melo, Érico
Aditive