Quando é necessário fazer a manutenção da impermeabilização?

A manutenção da impermeabilização é muito importante. Diferentemente do projeto arquitetônico e estrutural da edificação, que são elaborados para durarem por pelo menos centenas de anos, o projeto de impermeabilização possui um menor tempo de vida útil e este tempo depende de fatores externos, como clima da região, tipo de material usado na impermeabilização, manutenção preventiva do sistema, etc.

Toda estrutura pode ficar comprometida se aos sinais de infiltração, as medidas necessárias não forem tomadas. Geralmente as infiltrações não são exatamente no local onde aparecem os sinais de umidade e mofo. Antes de tomar as devidas providências para efetuar o reparo corretivo, é necessário saber de onde a água está vindo exatamente, pois ela pode ser das chuvas, da tubulação, do lençol freático, da limpeza e lavagem do quintal, do transbordo da piscina, dentre outros. Os sistemas de impermeabilização podem durar até 30 anos e, após esse período dificilmente não será necessário a realização da manutenção com a reposição dos produtos, mas com uma correta manutenção preventiva e eficiente é possível prevenir o surgimento das infiltrações. Os materiais impermeabilizantes são colocados por baixo dos revestimentos das edificações, como beirais, coberturas, fachadas, vigas, pilares, fundações, etc. O sistema mais comum para impermeabilizar é o composto por manta asfáltica e onde existir fissuras o gel acrílico deve ser aplicado. Quando bem aplicado, a manta asfáltica que possui em média entre dois e quatro milímetros de espessura dura até sete anos antes da sua reaplicação e no caso de aplicação de manta dupla, com oito milímetros de espessura, a impermeabilização pode durar até vinte e cinco anos.

A durabilidade de um sistema de impermeabilização depende muito da manutenção e variação climática. A manutenção é de extrema importância para preservar o imóvel e preservar a garantia dos serviços de aplicação e do material, ou seja, prevenir sempre é o melhor remédio.

De acordo com o código civil, os produtos para impermeabilização possuem garantia de cinco anos, mas nada garante que essa será a durabilidade destes produtos, pois como mencionado antes, fatores externos são primordiais para garantir uma vida longa ou curta dos produtos.

Os materiais utilizados para a limpeza de pisos e revestimentos também são determinantes para prolongar ou não a vida útil de um sistema de impermeabilização. Ácidos e outros produtos agressivos são prejudiciais e acabam reduzindo a duração de uma impermeabilização bem executada.

As manutenções corretivas devem sempre ser feitas em épocas onde a precipitação das chuvas não sejam predominantes e sempre devem ser acompanhadas e fiscalizadas por um profissional experiente e preparado, durante sua aplicação.

Já o período para manutenção preventiva pode variar entre um e dois anos, de acordo com a agressividade do uso, materiais aplicados e clima específico para a região.

As infiltrações também podem ocorrer sem que sejam visíveis a olho nu dentro dos ambientes da edificação. Existem tecnologias que funcionam como raio X, penetrando as paredes e demonstrando pontos de infiltração e, por isso, sempre é importante frisar a importância de uma análise prévia por um profissional habilitado para vistoriar as partes internas e externas da edificação.

Rodrigo Melo, Érico
Aditive